Relato sobre Hipnose Condicionativa

Tenho alguns traumas de infância em relação às atitudes do meu pai na minha criação, de 13 pra 14 anos meus pais se separaram então parece que o passado apagou da minha cabeça, lembro apenas de algumas passagens não muito alegres. Então gostaria de lembrar das coisas boas que vivi e esquecer das más.

Durante a sessão consegui escutar muitas coisas que o terapeuta falou, prestei atenção na música, no tom de voz dele, mas mesmo relaxando escutava os carros passando e sentia o chão trepidar, senti fome, não senti frio, mas sim um calor apenas no tórax e pescoço, fiquei com o corpo mole e imóvel, até mesmo quando me deu vontade de me virar de lado e me encolher do jeito que durmo, não consegui me mover.

Durante os passos da sessão, cada item que eu tinha que pensar, ainda estava no item anterior, parecia que eu não conseguia acompanhar ou me concentrar direito no que tinha que fazer, lembrava de uma música cantava, lembrava das pessoas que gosto, nas coisas que aconteceram recentemente, em meu pensamento não vinha minha infância por exemplo não lembrei de nada nem bom nem ruim quando foi pedido pra lembrar da fase dos 5 aos 11 anos nada nada.

Senti uma coceira e um amortecimento do lado esquerdo do nariz, e cheguei a pensar vou coçar mas fiquei pensando que talvez pudesse sair do relaxamento e não cocei. Achei estranho quando senti que parecia que meu corpo tava retorcendo ou repuxando não sei dizer direito, meu braço direito parece que teve um pulo assim como um reflexo, senti a pulseira cair da minha mão esquerda que mexi a mão para pegar de volta mas foi difícil parecia que ela tava longe.

No final quando começou a contagem pra voltar do relaxamento percebi minha boca seca e a boca tava grudada, parecia que os lábios e a bochecha estavam grudados nos dentes tive que passar a língua para desgrudar, mas a garganta tava normal não fiquei com sede, só com vontade de fazer xixi, quando sentei já acordada, fiquei tonta e com sono, com um sentimento de tristeza dentro de mim, muito estranho parecia que eu tinha passado ou lembrado de alguma coisa, não sei dizer bem, mas fiquei bem triste, sem vontade de falar muito. Aí quando levantei-me deu um calorão tive que tirar a jaqueta que estava usando e meus braços estavam até suados, depois de uns minutos me deu um frio enorme.

Não fui pra minha casa depois, pois uma vez por semana durmo na casa da minha madrinha, lá conversamos bastante e demorou um pouco pra eu me alegrar dar risada, e mesmo rindo bastante ainda tava aquele sentimento de tristeza dentro de mim. Depois de rir bastante até contando sobre a sessão, ah e falar sobre isso me fez lembrar de algumas coisas a mais que na hora que terminou não lembrava, lá pelas 23 hs, nossa me deu um sono tão gostoso, mas ainda assisti tv até meia noite, desliguei e dormi não muito confortável pois durmo no sofá dela, que até é bem gostoso, uma coberta bem quente até suei, e hoje quando acordei com vontade de fazer xixi, tive que correr pro banheiro com dor de barriga, nossa parecia que tava limpando tudo, me fez muito bem isso.

Acordei sem o despertador, 15 minutos antes do que tinha programado, cheguei a pensar ai ta tão quentinho vou ficar mais um pouco, mas ao mesmo tempo veio um pensamento nada disso levanta e se mexe já dormiu o suficiente, levantei fiz minhas necessidades e nossa!, me senti super bem disposta e animada, até com vontade de ler, meio sem fome mas tomei um café com leite bem quentinho sem comer nada, ainda estou com a sensação de tristeza mas sem saber por que, estou elétrica para trabalhar e com vontade fazer várias coisas, estou alegre sorrindo e tenho muita vontade de ser assim todos os dias.

Quando peguei o ônibus liguei o radio do celular pra ouvir música como faço todos os dias, fiquei bem surpresa quando me peguei mudando de estação pra fugir de músicas românticas, de dor de cotovelo, eu queria só música agitada pra curtir mesmo.

No trabalho estou sem conseguir me concentrar, fico viajando em tudo que aconteceu, tentando lembrar de mais coisas querendo saber mais, melhorar mais.

Soaney Miquelinsoaney@lobadomar.com.br

Terapeuta Wellington José Degam Furtado – Curitiba – Paraná

Observação: Neste caso, em especial,  a Hipnose Condicionativa possibilita o bloqueio do emocional negativo (traumas e abalos emocionais vivenciados), responsável pelo desenvolvimento da “falsa auto-estima”, após a sessão observa-se sentimento de tristeza, na realidade é um vazio interior, pois a mente consciente tenta fazer associações com os registros bloqueados e não mais encontra, em 48 horas os sintomas desaparecem, dando espaço para a “verdadeira auto-estima” se manifestar, ocorrendo mudanças de comportamento devido ao equilíbrio emocional. A sensação de tristeza pós-hipnose somente ocorre em pacientes portadores de falsa auto-estima, devido longo período de rejeição.

Luiz Carlos Crozera

Fonte: www.institutohipnologia.com.br

Open chat